Um Bongo: as origens

"Alguma coisa vai mal
na Bongália Ocidental".

É com esta frase épica, muito ao jeito do Goronel, que os animais terminaram a sua reunião de emergência, junto às suas Casas da Árvore.

Eles tinham pela frente o maior desafio alguma vez enfrentado pelos animais:
a falta de Um Bongo.

Ou seja, a falta do sumo responsável por toda a diversão da Selva e que já tinha levado, inclusivamente, alguns dos animais até ao Hospital da Selva com sintomas (raríssimos) de má disposição!

Nessa reunião, foi decidido criar uma equipa especial para tentar apurar a verdadeira razão para tal ameaça. Bongo, Rinô, Leo e Goronel (os 4 embaixadores de Um Bongo Original) partiram então à aventura, com a promessa de irem até ao sumo da questão e voltarem com uma resposta.

A dada altura da sua viagem, o Elefante, o Rinoceronte, o Gorila e o Leão chegaram ao Crocongo, um dos Mundos Verdes, mais conhecido por Selva Primordial (foi aqui que viveram os tetra-fruta-avós). Nesta zona, a selva é mais densa, marcada pela presença de lianas e árvores altas e podem encontrar-se estátuas de pedra dos seus antepassados que apresentam curiosas semelhanças com os seus descendentes.

É aqui também que se encontra o grande sistema de calhas centrais que conduz o néctar Um Bongo para toda a Selva.

Ora foi esta rede de calhas, bambus e lianas que fazem lembrar os tubos e escorregas de um parque aquático (mas no meio de uma densa floresta), que os 4 amigos encontraram danificada, por anos e anos de sumarenta utilização.

Foi, portanto, necessário repará-la para que o bom sabor da Selva voltasse a correr para todos.

E foi mesmo preciso a ajuda de todos os animais que estivessem por perto: macacos, cangurus, tartarugas, sapos e camaleões; papagaios, catatuas e flamingos; cobras, lagartas, iguanas e os inevitáveis Mufa-mufas... enfim, a Selva Um Bongo em peso.

Para cada calha central ficou definida uma equipa liderada pelo respectivo representante (e maior amante) de cada sabor.
Quando ficou tudo reparado e o sumo voltou a escorrer com toda a força, os 4 testaram a resistência de cada calha, descendo-a (cada um à sua maneira) em jeito de escorrega.

A alegria e a diversão foram tais, que este momento ficou registado para sempre nas 5 embalagens de Um Bongo.

Fim